Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Site com Hotéis e Pousadas de Cunha
Estrada Real
Feito em Cunha
Cyber Café
ONG SerrAcima
Rádio Serrana
Caminhos de Cunha
Newsletter
Digite seu e-mail
Indique
Adicione
Publicidade

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Clique aqui!
Parque Nacional da Serra da Bocaina

Parque Nacional da Serra da BocainaO Parque Nacional da Serra da Bocaina foi criado em fevereiro de 1971 com o objetivo de proteger a população das principais cidades brasileiras de um possível acidente nuclear nas usinas de Angra I e II. A idéia surgiu no começo da década de 70, a qual pretendia delimitar um denso escudo protetor, formado por vegetação nativa, nas escarpas da Serra do Mar. E foi com essa finalidade que as autoridades do governo militar resolveram demarcar o Parque. Hoje, porém, passados mais de 35 anos, essa Unidade de Conservação constitui-se na mais rica amostra preservada de Mata Atlântica no país.

 

Localizado entre as duas mais populosas capitais do país, Rio de Janeiro e São Paulo, o Parque Nacional da Serra da Bocaina abrange terras dos municípios de Paraty, Angra dos Reis, São José do Barreiro, Areias, Cunha e Ubatuba, com uma área de 110 mil hectares.

 

Parque Nacional da Serra da BocainaDevido a essa proximidade dos grandes centros urbanos o Parque Nacional da Serra da Bocaina sofre constante interferência humana, desde o desmatamento e coleta ilegal de palmito até a caça e pesca predatória, além de invasões. Em função destes problemas o Parque necessita de cuidados redobrados de fiscalização o que não ocorre por falta de recurso humano (de todos os Parques do Rio de Janeiro, é o que possui a menor quantidade de fiscais).

 

A história da unidade é a própria história da colonização do Brasil. A região foi primeiramente explorada pela caça, depois, pelo ouro e diamantes (nas Entradas e Bandeiras), servindo com suas trilhas para envio destas riquezas à Portugal. Estas trilhas mais tarde foram usadas para a entrada de cana-de-açucar e café no Vale do Paraíba. Algumas delas foram alargadas e receberam calçamento feito pelos escravos, para permitir o escoamento da produção já em carretões de tração animal. Hoje estas trilhas constituem o grande atrativo deste Parque, cujo nome teve origem no entrecortado de numerosos caminhos que se estendem pelas depressões da Serra, por entre as elevações do terreno.

 
Atrações Turísticas
 
Cachoeira de Santo Izidro
Cachoeira Santo IzidroA cachoeira de Santo Izidro possui uma queda d'água com 80 metros de altura dando origem a um grande poço ótimo para banho. Formada pelas águas do rio Mambucaba tem fácil acesso. Está a cerca 1 km da portaria do Parque (10 minutos de caminhada).
 
Cachoeira das Posses
Cachoeira das PossesA cachoeira das Posses possui uma queda d'água com 30 metros de altura, sendo também formada pelas águas rio Mambucaba. Fica mais para a frente da cachoeira de Santo Izidro, a cerca de 5 km da portaria do Parque.
 
Cachoeira do Veado
Cachoeira do VeadoA cachoeira do Veado possui duas quedas d’água que despencam de 200 metros de altura formando 2 poços para banho. A cachoeira fica a cerca de 20 km da portaria do Parque. Chega-se na cachoeira pela parte de baixo, na segunda queda, onde há ótimos poços para banho. Já o acesso a primeira queda é bem mais difícil e recomenda-se ir com alguém que conheça o local.
 
Trilha do Ouro
Trilha do OuroCaminho com calçamento de pedra de rio construído pelos escravos no século XVIII para o transporte do ouro de Minas Gerais para Portugal pelo porto de Paraty. São 9 km de trilha em plena Mata Atlântica com longos trechos de calçamento de pedra ainda preservados. Caminhada com duração de cerca de 5 horas. Necessário o acompanhamento de guias.
 
Pico do Tira Chapéu
Pico do Tira ChapéuO Pico do Tira Chapéu é o ponto culminante da Serra da Bocaina. Deste local tem-se uma ampla visão do mar de morros que se estende por toda região e das baías de Angra dos Reis e Paraty. O início da trilha fica a cerca de 72 km de Cunha. Necessário o acompanhamento de guias.
 
 
setas Fauna   setas Flora

A rica fauna da região atlântica está bem representada no Parque, inclusive com diversas espécies ameaçadas de extinção como o Mono-carvoeiro, o Barbado, o Sagüi-da-serra-escuro, a Suçuarana, a Jaguatirica, o Gato-do-mato, a Lontra, o Tamanduá-bandeira, o Macuco, o Gavião-de-penacho, o Gavião-real, o Jacutinga, o Papagaio-do-peito-roxo, a Sabiá-cica, entre outros.

 

 

A flora vai desde as formações costeiras e estuarinas até a floresta tropical pluvial atlântica, com sua incrível biodiversidade ocupando parte litorânea, encostas e maiores altitudes da serra, em cujo planalto a floresta sede lugar aos campos nativos entremeados de matas de galeria, onde ocorrem manchas mais ou menos densas de Pinheiros-do-Paraná e do Pinheiro-bravo. Várias epífitas raras ocorrem na área, em especial nas margens dos rios, tais como as micro-orquídeas dos gêneros Barbosella e Capanemia.
Existe muita madeira-de-lei, como as Canelas-parda, o Guatambú, o Louro, a Sucupira, a Imbuia, o Cedro, o Araribá e o Jequetibá. Também merece citação, dentre muitas palmeiras, o Palmito (Euterpe edulis), muito ameaçado de extinção pelo seu valor econômico.

 
setas Paisagem   setas Clima

A variação da paisagem natural do Parque vai desde uma enseada com praias arenosas (Praia do Cachadaço e Praia do Meio) e uma ilha oceânica (Ilha do Tesoura) na região da Trindade, até despenhadeiros, grotões e vales profundos com bordas recortadas, atingindo os campos de altitude em cotas superiores a 1800 metros. Há muitos rios com belíssimas cachoeiras de águas frias e cristalinas. A principal bacia hidrográfica é a do Rio Mambucaba. Nasce no Parque um dos formadores do Rio Paraíba do Sul, o Rio Paraitinga.

 

O Clima apresenta-se tropical superúmido, com um período mais seco entre maio e agosto. A época mais chuvosa ocorre no mês de janeiro e a temperatura média anual varia em torno de 23ºC.

 
 
 
Veja também
Ateliês de Cerâmica de Cunha
Igrejas e Capelas de Cunha
Parque Nacional da Serra da Bocaina
Parque Estadual Serra do Mar - Núcleo Cunha
Trilha do Ouro
Estrada Real
Cachoeiras de Cunha
Mirantes de Cunha
Roteiros de Cunha
Outros Passeios em Cunha
ONDE COMER
BLOG DO PORTAL